Respeito à diversidade/singularidade

 

 

          Entendemos que cada criança tem uma maneira de aprender. Na Wish, a singularidade de cada aluno é levada a sério. Além dos conhecimentos básicos - definidos pelos parâmetros e referenciais nacionais - a que chamamos de currículo objetivo, temos também o olhar para o interesse de cada grupo e de cada aluno, formando o que chamamos de currículo subjetivo. Com o currículo subjetivo, o aluno pode traçar suas próprias metas e se aprofundar num tema até onde sua curiosidade permitir. 

 

        No currículo tradicional instrucionista, o foco é dar conta de todo o conteúdo que deve ser abordado, independente das crianças que ali estão, sem levar em conta a forma desta abordagem, ou a influência que estes conteúdos terão na formação do indivíduo ou ainda se serão necessários e úteis na vida pessoal e profissional da pessoa. Ao olhar cada criança como ser único, invertemos essa prioridade. Um conteúdo só faz sentido se se relacionar com aquela criança, aquele contexto, aquela necessidade, aquela comunidade.