top of page

Aprender é muito mais que memorizar

Atualizado: 21 de mar. de 2023

por Alex Bretas - parceiro Wish




Em 1942, o grande escritor argentino Borges escreveu um conto sobre Ireneo Funes, um jovem de 19 anos que se lembrava de absolutamente tudo.


Sua memória não conhecia o esquecimento. Além de recordar cada fato e cada coisa que lhe diziam, suas lembranças eram vívidas e minuciosas.


Por conta disso, Funes não conseguia dormir. Era fluente em 5 idiomas, mas não tinha paz. Era memorioso, mas incapaz de pensar.


Por eu trabalhar com aprendizado, frequentemente as pessoas me perguntam como memorizar mais conteúdos ou como ler mais rápido.


E eu sempre me incomodei um pouco com essas perguntas, sem saber exatamente o porquê. Até agora.


Aprender não significa memorizar. Aprender, pra mim, é mudar sua ação ou sua visão de mundo.


Quem deseja “reter” todo o conhecimento, na verdade, aprende menos, pois não degusta e digere aquilo que consome.


Aprender é “botar pra fora” uma mudança em vez de “botar pra dentro” mais e mais informação.


Se não for assim, todos estamos condenados a ser como Funes – donos de uma memória incrível, mas pouquíssimo inteligentes.


Alex Bretas:

Escritor, palestrante e Arquiteto de Aprendizagem Autodirigida.

Considerado uma das principais referências em aprendizado autodirigido e ao longo da vida no país, Alex já escreveu diversos livros na área e palestrou em lugares como TEDx, ITA, Museu do Amanhã, Unirio, CONANE, SDE Weekend (EUA), Universidade Alternativa (Romênia), AÁgil (México) e em vários outros eventos e organizações.

24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page