Aprendizagem experiencial - a importância de vivenciar para compreender - Exemplos práticos!

* Esse texto foi escrito antes do isolamento ser proposto. Relendo hoje, percebemos que ele nos fala de conceitos e ferramentas que são base do nosso dia-a-dia: autonomia de professores e alunos, pensamento sistêmico, abertura para o que emerge, atenção para necessidades dos indivíduos dentro do todo. Sob essa nova condição que nos encontramos, notamos como a nossa experiência cotidiana com esses valores foi essencial para a maneira como conseguimos nos adaptar a tudo que estamos vivendo hoje.

Aprendizagem experiencial - a importância de vivenciar para compreender - Exemplos práticos!


No nosso texto sobre a Aprendizagem Experiencial, falamos sobre como o educador só é capaz de transmitir aquilo que vivenciou. Na Wish, temos sempre isso em mente quando elaboramos as formações de início de semestre (janeiro e julho) para os nossos professores e até mesmo quando elaboramos o nosso Curso "Como fazemos o que fazemos".


O objetivo desse texto é compartilhar alguns exemplos práticos do que é a homologia de processos. No capítulo sobre a Wish que publicamos no livro "Inovações Radicais na Educação Brasileira" falamos sobre as três grandes barreiras da educação que rompemos com o nosso modelo de inovação e educação holística. Vou utilizá-las como base para os nossos exemplos.


Vamos lá!

TEMPO



Uma das premissas da Wish é o cuidado com o tempo. Queremos fomentar o tempo largo, que permite que as coisas aconteçam naturalmente e que respeita aquilo que não é planejado, que emerge no momento. Já há alguns anos utilizamos uma ferramenta de planejamento pessoal para cada criança, onde eles podem programar suas atividades coletivas e individuais e alocar tempos livres conforme os combinados das turmas.

Na formação de professores e no nosso curso, também temos um momento para montar esse planejamento pessoal. Se vamos falar de leitura compartilhada, que é um tema comum a todas as turmas, deixamos um horário marcado com todos para essa discussão. Agora, para decidir procedimentos e regras do uso e solicitação de materiais, o grupo que tiver interesse neste assunto pode se reunir no horário que preferir. Além disso, assim como as crianças, garantimos um espaço para uma tutoria individual entre os adultos, que será agendada em um horário combinado entre o tutor e o tutorando. Nosso papel como facilitadores deste momento é deixar espaços de tempo disponíveis para que esses outros encontros e assuntos aconteçam.


ESPAÇO


Uma das afirmações mais feitas quando se fala em inovação na educação é que aprendemos em todos os espaços e não necessariamente sentados em uma carteira. O espaço físico da Wish já traz esse conceito e propicia uma vasta gama de cenários de aprendizagem.

Durante as nossas formações, buscamos nos atentar para onde e como as propostas estão acontecendo. Às vezes é preciso uma roda de conversa em um espaço mais delimitado, mas outras vezes podemos aproveitar o clima e nos esticar na quadra. Se falamos que o espaço é um terceiro educador e este espaço não se restringe à escola, também levamos nossa equipe para saídas pedagógicas!


RELAÇÕES


Entendemos que para conseguir um ambiente de confiança que propicie uma aprendizagem rica, as relações precisam ser mais horizontais. As relações são um pilar muito importante para a educação holística que propomos na Wish e entendemos que ele permeia toda a comunidade escolar. Crianças e adultos tem o mesmo valor. Professores, equipe de apoio, gestores são igualmente importantes para o andamento da escola e para a construção deste ambiente.



A construção da confiança pode começar com um café, mas para que ela realmente seja plena, alguns exercícios são necessários. Outra premissa da Wish é a confiança nas crianças, confiança de que eles são capazes de fazer e ser tudo aquilo que eles se propuserem a fazer e ser. Nós adultos, às vezes nos pegamos duvidando dessa capacidade. Mas nós adultos, entre nós, às vezes também não duvidamos da capacidade uns dos outros? Como equipe gestora, quanto permitimos que os professores sejam de fato autônomos e responsáveis por liderar o trabalho com as crianças e as famílias?

Na Wish, os professores têm total autonomia sobre o planejamento da semana, com a comunicação com as famílias (em reunião ou diariamente) e na formação ficam responsáveis por desenvolver e encontrar soluções para aquilo que acharem necessário.

A homologia de processos é um exercício constante de observação e autocrítica. Ela pode acontecer no micro (você com você mesmo, você com o seu aluno) ou no macro (a organização como um todo). A questão é que precisamos estar o tempo todo nos questionando.


WISHteam


0 visualização

Rua São Gil, 159 - Tatuapé, São Paulo  |  TEL: (11) 2659-0486        97692-9234

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon